Para Refletirmos

O pensamento comunista me trás sentimentos de profundo amor. É como as gotas de chuva para as plantas depois de um longo período de estiagem: vem para purificar e dar lugar a nova estação.

Miriam Pacheco S. Seixas

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Adeus a Dorina Nowill

Morre neste domingo (29/8/10), aos 91 anos, a pedagoga e ativista pela inclusão de cegos, Dorina Nowill.

Dorina foi responsável pela criação da Fundação para o Livro do Cego do Brasil, em 1946, atualmente a Fundação leva o nome de Dorina Nowill. O princípio o objetivo da fundação era produzir e distribuir gratuitamente os livros em Braille.


Dorina de Gouvêa Nowill nasceu em São Paulo, em maio de 1919 e ficou cega aos 17 anos, em virtude de uma infecção ocular. Mesmo assim, ela continuou os estudos e foi a primeira aluna com tal deficiência a frequentar uma escola regular (a Caetano de Campos, no centro de São Paulo), formou-se como professora primária. Nessa época, livros em Braille eram raríssimos e ela teve que cursar como estudante normal. Mais tarde especializou-se nos Estados Unidos.

Ocupou importantes cargos em organizações internacionais de cegos. Foi inclusive Presidente do "Conselho Mundial para o Bem-Estar dos Cegos", hoje "União Mundial dos Cegos"

Hoje em dia a Fundação Dorina Nowill, dispõe de uma moderna imprensa Braille, que distribui livros para cerca de 800 escolas, para entidades de atendimento e para três mil cegos individuais. Livros em Braille são também doados também a muitas bibliotecas municipais.

A fundação criada por Dorina Nowill mantém ainda um projeto chamado "Livro Falado", no qual voluntários gravam livros em fitas cassete e em CDs.


Conheça mais sobre a fundação clique aqui

3 comentários:

  1. grande perda para o brazil. muito atenciosa e atuante. Sentimos muito . www.universidadefalada.com.br .

    ResponderExcluir
  2. Eu, de todo o coração, estou triste pelo desaparecimento desta magnífica mulher! Ela foi a mãe das esperanças de certamente milhares de deficientes visuais, ela foi luz na escuridão de muitos! Ela fez com que muitos já não mais tivessem medo do escuro! Ela deixa um rastro de luminosidade neste mundo cada vez mais cheio de trevas. Seu exemplo, sua vida, sua dedicação, ocuparão para sempre o coração de muitos como eu, que aprendi a ser feliz e a conviver, apesar da deficiência. Adeus Dorina! Obrigado! Nos veremos certamente na luz de Deus!

    ResponderExcluir
  3. Vc é meu seguidor lá no blog Mamãe de Primeira Viagem e tô agora te convidando a conhecer o meu outro blog. Quem sabe vc num gosta e descubra algumas coisas em comum comigo??
    Passa lá! http://blogdagenis.blogspot.com/
    Um super beijo. Genis.

    ResponderExcluir