Para Refletirmos

O pensamento comunista me trás sentimentos de profundo amor. É como as gotas de chuva para as plantas depois de um longo período de estiagem: vem para purificar e dar lugar a nova estação.

Miriam Pacheco S. Seixas

sábado, 16 de maio de 2009

FACE OCULTA



Por Miriam Pacheco da Silva Seixas


Em meio à escuridão e silêncio da madrugada fria, procuro o som de vozes solitárias,

eis que ouço ecoar uma brisa suave e macia. De uma alma que anseia assim como a minha, por retidão e justiça.

Minha alma procura algo que é incompreensível.

Procura ao redor um olhar.

Procura enxergar um olhar em meio à escuridão.

Necessito ver estes olhos, ver aquilo que a face carrega.

Sejam marcas de dores, do tempo ou de alegria.

Através de palavras escritas conheço uma alma carismática, sincera e amiga.

Mas ainda necessito ver uma face para mistérios desvendar.

E descobrir na face os segredos guardados,

por pensamentos alados, em tempos passados.

Meu coração sofre, abalado,

por curiosidade em conhecer verdadeiramente tal face oculta.

Tenho certeza que teus olhos e tua voz são como a doçura e a sinceridade e serenidade que demonstra teus sentimentos.

E apesar de tudo o que tenha vivido ainda lhe falta algo:

Tua Luz a se desvendar.


Aos meus amigos de orkut.


Nenhum comentário:

Postar um comentário