Para Refletirmos

O pensamento comunista me trás sentimentos de profundo amor. É como as gotas de chuva para as plantas depois de um longo período de estiagem: vem para purificar e dar lugar a nova estação.

Miriam Pacheco S. Seixas

sábado, 25 de julho de 2009

ONDAS DO MAR

Por Míriam Pacheco da Silva Seixas

Ouço as ondas do mar,

lembro então de tua doce voz

como almejo ouvi-la novamente

mesmo que sussurre na noite

meu nome de teus lábios quero ouvir.

Ondas do mar,

tão forte,

tua voz doce em meus ouvidos,

ecoa baixinho teu desejo,

ecoa fortemente teus anseios,

tua voz de herói é forte,

tua voz de menino é terna,

tua voz de homem é doce.

Ondas do mar

invade minha noite

ecoa em minha alma

um gemido profundo e suave

sussurra ainda que levemente

o nome de meu amado.

Ondas do mar,

que tanto vos agitas?

Ora, podereis ser de saudades

de quem amo?

Ondas do mar.

Se vos, ó fortes ondas,

rebentais praia adentro,

e faz-se parecer tão raivosa,

quem conhece-te bem,

sabes que não passa de onda tua,

mas se te acalmas,

inda assim rebentas praia adentro.

Ondas do mar,

Ó mar que agitas,

Meu coração se alegra,

pois sua voz um nome assovia,

e quando rebentas na praia

meu coração se agita.

Ondas do mar

tão bela,

tua agitação me alivia,

mostra-me que

não sou a única que noite perco

por ser tão ansiosa.

Ondas do mar,

que lindamente se agitas

de ansiedade não morro,

mas se tua guardas segredo

de saudades creio que sim.

Ondas do mar,

amor não me matas,

pois amada sou e

disso tenho certeza,

mesmo que demore

a falar meu nome,

sei que no âmago tu te agitas,

baixinho e forte sussurra

minha alcunha.

Ondas do mar,

tão profundamente

te faço segredo,

mesmo que em madrugada fria

ouço tua voz e você se alegra

com minha presença,

mesmo que ainda me ache tão menina,

tu sabes meus anseios mais íntimos,

sabes que além menina, sou mulher

e amante da lua,

amante da vida,

e da natureza.

Ondas fortes no mar,

Tua voz doce em meus ouvidos,

Ecoa baixinho teu desejo,

Ecoa fortemente teus anseios,

Tua voz de herói é forte,

Tua voz de menino é terna,

Tua voz de homem é doce.

Ouço as ondas do mar,

lembro então de tua doce voz

como almejo ouvi-la novamente

mesmo que sussurre na noite

meu nome de teus lábios quero ouvir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário